Carrinho

O seu carrinho está vazio

Continuar a comprar

2020: Que ano!

Quero começar este post com um agradecimento pessoal a todos que, este ano, compraram as nossas velas, e que o continuarão a fazer em 2021. Sem vocês, este sonho não teria passado disso mesmo, um sonho. Então vamos ao nosso Year in Review!

Lançamo-nos ao mundo no dia 15 de outubro de 2020, mas a nossa história é mais antiga. Desde maio, em pleno confinamento, decidi que era este o ano em que ia lançar as minhas velas ao mundo. Nunca pensei receber a dimensão de carinho que a Nidore recebeu. Num breve resumo, em dois meses e meio, ficamos sem stock 3 vezes, encontramos inúmeras barreiras na nossa produção, desde falta de material a falta de tempo, e plantamos 1,094 árvores. Se pudesse voltar atrás, não mudava nada, porque só nos fez aprender.

Então, sem mais demoras, vamos à nossa linha cronológica, bem antes de nos lançarmos ao mundo. Um backstage do que foi o nosso início.



Maio

Maio foi o mês do começo. Desenvolvemos o nosso logótipo, o primeiro, que depois acabamos por mudar (algumas vezes, na verdade. Até ao lançamento, criamos 4!) 


nidore logo

Neste mês, começamos também a trabalhar nas plataformas. Comprar o domínio mynidore, criar instagram, facebook, tudo sobre o mesmo nome. Embora o nosso nome seja Nidore, queríamos criar uma conexão com os nossos clientes, a nossa comunidade. Acreditamos que quando nos compra uma vela, tornam-se parte de nós. E a Nidore é uma comunidade, composta por todos. Cada um, tem um pouco. Daí myNidore. A minha parte, o meu contributo.

Junho

Em junho começamos a testar as primeiras ideias. A nossa ideia era oferecer uma vela num recipiente que pudesse ter um futuro, portanto, queríamos algo como um jarro, com tampa, que pudesse servir para outros propósitos. Mais para a frente, percebemos que não era uma boa ideia o que estávamos a usar, o que nos custou alguns meses de trabalho. 


frasco


Pedi a garagem emprestada aos meus pais, e assim começou a aventura.


banca


Foi também neste mês que comecei a desenhar os primeiros rótulos para as velas, dos quais, neste momento, não me orgulho!


labels


Uma pessoa está sempre a aprender e a melhorar, não é verdade? O Somnia foi um aroma que nunca viu a luz do dia. Quem sabe em 2021? Vamos avançar.


Julho

Julho foi uma continuação de testes de Junho. Muitos a correr mal com os recipientes de vidro que escolhemos, alguns a correr bem. Era verdadeiramente frustrante. Foram muitas velas para o lixo por não queimarem bem, nem sequer para testes. 


testes


Foi nesta altura que decidi também que queria velas de um tamanho médio, mais acessíveis a todos. Farto dos resultados que estava a ter com os recipientes de vidro, decidi virar-me para outro material: o alumínio. Depois de muita procura, encontrei algo que realmente era satisfatório.


recipiente exilis


Comecei os testes nestes recipientes, e posso dizer, que foi o que me fez continuar, depois de tanto. Correram perfeitamente bem. Aprovados com distinção até! 16 testes, e em todos, tudo correu como devia correr. 

As nossas velas são testadas até à exaustão. Para uma vela queimar bem, precisa de 3 coisas corretas: um pavio apropriado ao tamanho de recipiente; uma concentração de essência adequada a esse pavio, e um recipiente seguro. Posso dizer que acertar estes 3 elementos não é fácil. Quando fazemos velas para nós, é uma coisa. Quando fazemos algo que vamos vender e que queremos que esteja perfeito e seguro, é outra. Mas mais não revelo, que a alma é o segredo do negócio!


a estante


Bastante orgulhoso na minha estante de produtos e materiais. Sabia lá eu que ia precisar de mais umas 5 destas. 


minis


Foi também neste mês que começamos a fazer alguns produtos para stock, como as nossas minis. Que obviamente, pela imagem, ainda iam sofrer umas alterações. Foi também o mês em que (achavamos) finalizamos os nossos rótulos.


orchid

Obviamente, estes também iam sofrer algumas (bastantes) alterações. Curiosos pela nossa Orchid? Quem sabe se 2021 não a traz. 


Agosto

Toda a gente precisa de férias. No nosso caso, as férias fizeram-nos bem.


vacay


É bom afastarmo-nos de algo, para voltar com mais força, de energia renovada, e cheios de vontade. Neste mês, concluímos os testes que faltavam da nossa gama média, e focamo-nos nas nossas velas Magna. Finalmente, o vidro ficou afastado da nossa gama (não para sempre, mas pelo menos para já) e focamo-nos no novo material, o alumínio. 


Setembro

O mês do prefácio, como gosto de lhe chamar. Nestes 30 dias, aconteceu tanta coisa, que é difícil resumir tudo, mas vou tentar!

Começamos os primeiros testes para as velas Magna, com um novo recipiente de alumínio. 


novas magna


Rapidamente percebemos que as etiquetas que havíamos criado, não se enquadravam tão bem no alumínio como faziam no vidro. Era tempo de voltar ao quadro, e redesenhar tudo. A meio do processo, percebemos que nem o nosso logo, nem o nosso tipo de letra, eram adequados àquilo que queríamos transmitir da essência da Nidore (pun intended). 

Redesenhamos o nosso logo, etiquetas, flyers, comunicação, tudo que já tínhamos feito até agora. Sim, somos aquela marca que faz um rebranding antes de "nascer"!


novo logo

novos rótulos


Em setembro, alteramos também os nossos recipientes de metal, para um recipiente maior, e mais seguro. (E mais bonito também, na nossa opinião)



No final do mês, recebemos os nossos rótulos. Foi realmente a cereja no topo do bolo, e uma espécie de... "Ok, isto está mesmo a acontecer!"


rótulos


Fizemos a nossa primeira sessão de fotos, que ficou um pouco aquém daquilo que queríamos. 



Outubro

Fomos para um Airbnb que nos conquistou. Cheio de luz, plantas, e detalhes, para a sessão fotográfica das velas. Nesse fim-de-semana, tiramos mais de 800 fotografias.



Mês de lançamento. Lançamos só as nossas velas médias e minis, porque queríamos realizar uns últimos testes para as velas grandes. Cada uma queima cerca de 50 horas, portanto, eram 350 horas de queimas que ainda nos faltavam de testes finais, e não queríamos adiar mais. No dia 15, abrimos a nossa loja online. 



Logo no início, tivemos que alterar o nosso produto mais vendido, o nosso pack de experiência. Imensos estavam a chegar danificados aos clientes, por irem num envelope. Arranjamos a solução, e acreditamos que ficou ainda melhor.



Neste mês, plantamos 51 árvores. Tivemos mais vendas do que imaginávamos, e já estávamos tão felizes. Então, recebemos uma chamada. Mal sabíamos nós, o que aí vinha.


Novembro

Em novembro, já tínhamos todas as nossas velas Magna à venda. Percebemos claramente que a Dulce era a favorita. O seu aroma doce conquistou o coração de quem a comprava.

Começamos também a ultimar os detalhes para a nossa vela de Natal, e o embalamento de Natal. 


natal


Foi neste mês que chegamos a casa de muitos portugueses, pela televisão. Domingo de manhã, fomos a um programa especial do Olhó Baião, em que fomos convidados no mês anterior. Foi realmente missão de dever cumprido. Não podíamos estar mais felizes! Nesse fim-de-semana, estivemos todo o dia a preparar encomendas, e toda a semana seguinte a fazer velas.


olho baiao


Dezembro

Dezembro, foi um turbilhão de emoções. Lançamos a nossa Natalis, que esgotou em 2 dias. Fizemos 60 velas! Decidimos encomendar mais materiais, para fazer mais velas desta edição especial, e esgotaram numa manhã. Não queríamos acreditar. 


 natalis


Compramos também a nossa nova (e muito útil!) derretedora de cera, e mudamos o nosso embalamento, passando a usar papel kraft em vez de serralha de madeira, para que possa ser reutilizável. 



Foi realmente um mês para relembrar. Acreditamos que muitos receberam uma vela Nidore no sapatinho, e espero que tenham gostado. Tanto, como nós gostamos de fazer cada uma das velas que saiu do nosso Studio, ou seja, da garagem dos meus pais. Obrigado pais! E obrigado a todos.

Vemos-nos em 2021?

Comentários (0)

Deixe um comentário