Carrinho

O seu carrinho está vazio

Continuar a comprar

Porque não soja?

Honestamente, comecei a trabalhar com a cera de soja, acreditando ser a melhor alternativa as ceras químicas, como a parafina, que é um sub-produto do petróleo, e liberta químicos nocivos, como o tolueno e o benzeno. 

No entanto, surgiram algumas dúvidas quanto à sustentabilidade da produção da soja que usava nas minhas velas. Já tinha visto e ouvido como a produção de soja foi extremamente alterada devido à grande procura causada pelo boom dos passados anos (e por um lado, ainda bem!), mas fazendo as contas ao uso de recursos naturais, desflorestação para campos de cultivo de soja, e o transporte para a Europa (com enormes libertações de CO2), cada vez parecia menos uma solução viável e sustentável.

Então, decidi procurar uma alternativa realmente sustentável do ponto de vista ambiental, já que em termos químicos e de saúde, a soja será sempre melhor do que a parafina.

Depois de pesquisas atrás de pesquisas, finalmente encontrei a solução. Cocos e colza. Ambos os produtos já eram usados para fabricar óleos, nomeadamente óleo de coco e óleo de canola. Daí até fazerem cera, era um passo rápido. E claro, já alguém o tinha feito. Estava então na hora de colocar os pontos nos is e verificar a sustentabilidade desta cera, desde a colheita ao embalamento. 

Os cocos são cultivados sustentavelmente nas Filipinas, e a colza no Reino Unido. As duas matérias primas são então juntas e processadas no Reino Unido, e o resultado é uma cera 100% vegetal, como a soja, mas mais sustentável do ponto de vista da sua plantação, colheita, transporte e produção.

Vantagens? Imensas, pelo menos do ponto de vista ambiental. Para além disso, o tempo de cura é bastante inferior à soja, que precisa de cerca de 2 semanas para que a soja e a essência se tornem num só. Na minha opinião, o aroma que esta cera liberta é bem melhor do que a soja, também. O que é fantástico!

Desvantagens? Algumas. Como tudo, esta cera não é perfeita. Tem um baixo ponto de fusão, o que a torna uma real dor de cabeça no verão! Tem, também, que haver um maior controlo da temperatura ambiente quando estamos a fazer as nossas velas, porque esta cera é muito... vamos dizer que tem carácter, vá. 

Concluindo, achei que as vantagens superavam as desvantagens no que toca a esta cera, e avançamos com ela. Depois de inúmeros testes, recriamos toda a nossa linha de produtos, e agora sim, posso, de consciência tranquila, dizer que as velas Nidore são velas eco-sustentáveis, e que o nosso processo deixa uma pegada de carbono mínima na casa de todos nós, o Planeta. 

Cada uma das nossas velas vendidas vai com um pequeno cartão de como cuidar da sua vela, e alguns trouble-shooting, para que de facto experiencie toda a magia que é acender, e desfrutar, de uma vela 100% natural.

Porque acredite, não tem nada a ver com uma vela normal!

Comentários (0)

Deixe um comentário